quinta-feira, 28 de abril de 2011

Milagres

Quem haveria de dizer que nesse coração profano de ateu inflamado reside ainda a chama ingénua da esperança no milagre, divino e mágico, em que as coisas aconteceriam por obra e graça de alguém que saberá melhor que tu aquilo que te convém. Resquícios de um dogma com que durante anos te violaram a existência, em que nada do que alcanças é teu e só teu, mas antes uma dádiva da Sua grande misericórdia e sabedoria. E é tão mais simples desculpares-te assim, encerrado nesse quarto vazio enquanto o mundo lá fora continua a rodar e tu anseias que parte dele te caia no colo. Assim. Como que por milagre.

2 comentários:

Laura disse...

Eu sei. Eu sei. O que vou escrever não tem nada haver com o post.. Por causa das coisas acontecerem sempre por obra e por graça de alguém..

Então não é que a minha avó o quadro da electricidade disparou.. Ai filha estamos às escuras vai chamar o vizinho não vás la tu mexer e ainda te queimas!!! Olha ca porra é só carregar no bontom! Lá fui. Subir o escadote.. carregar no bontom e puf fez-se luz.. Ai filha graças a deus! Ai é graças a deus então que para a próxima vá lá ele...

Mas pronto.. Eu cá acreditava na sorte.. E no karma. Portanto todos os infortúnios e azares que já tive foi a má sorte. O karma. A explicação é que na outra vida devo ter sido assim uma gentinha assim muito má.

Portanto agora o comando é meu sou Satanás em pessoa. Assumida. Controlo tudo o que chega até mim. E olha é um cargo muito melhor do que o esperar que lá o barbichas decida por mim o que me vem a seguir.
Quando digo Satanás em pessoa.. não é o mal em pessoa.. Adoptei alguns valores do senhor LaVey do senhor Buda da Maçonaria.. Um pouco de tudo portanto.. Mas sou ateia. Ok sou o que me apetecer...

P.s. Tinha jurado a mim própria não dês opiniões ou conselhos a menos que alguém os peça. Portanto que fique em segredo...

Metacrítico disse...

Laura, é mesmo esse o espírito. As coisas só mudam se nós quisermos e se fizermos por que elas mudem. Às vezes o problema não estará tanto em compreender que somos nós que controlamos o nosso "destino", mas antes em interiorizar e aplicar verdadeiramente isso.

P.S: Fica descansada, eu não digo nada a ninguém ;)