quarta-feira, 13 de abril de 2011

Da beleza*

Há alguns anos atrás, numa conversa com uma mulher que não me lembro quem era, comentei com ela que apenas as senhoras de idade avançada me diziam, e faziam-no com alguma regularidade, que eu era «um rapaz bonito e jeitoso», e que perante isso não sabia, afinal, se teria nascido na época errada ou se essas senhoras estariam apenas a ser gentis e cordiais para com a minha pessoa.
Essa mulher, que não me lembro quem era, respondeu-me então com grande prontidão que o problema não era esse, mas sim que as senhoras de idade avançada, dado precisamente o estatuto que essa idade lhes confere, não têm problema nenhum em dizer exactamente aquilo que pensam, e que as jovens da minha idade, pensariam exactamente o mesmo só que se sentiriam inibidas de o comentar abertamente.
A tal resposta dessa mulher que não me lembro quem era sorri timidamente e agradeci-lhe a cordialidade e a gentileza.



(*ou da auto-estima)

4 comentários:

Laura disse...

Já o mesmo não se pode dizer em relação dos homens para as mulheres.

Apesar como são tão pouco originais à sempre uma certa vulgaridade da coisa o que torna os elogios coisa rude. E não coisa bonita para o ouvido de uma mulher.

Quando é um tipo da minha idade a elogiar-me. Só penso. Vai mas é ver se está a chover . Enquanto que quando é homens vá com idade de serem meus pais e para aí a diante já aceito de bom agrado. Ok tirando os homens das obras ..

Peço desculpa pela intromissão.. obviamente..

Metacrítico disse...

Laura, de facto é uma perspectiva que não tenho, mas quero acreditar que um elogio bem intencionado de nossa parte possa, por vezes, conseguir ser bem recebido. :)

E não peças desculpa, "intromete-te" à vontade! ;)

André C. disse...

Se me dizem que sou bonito fico num choque... tais palavras entram em confronto feroz com a imagem mental que tenho de mim, e se alguém que me conheçe bem o suficiente para saber que tenho fraca auto-estima também me elogia nesse sentido, não só não acredito como penso que mo dizem por saberem que tenho fraca auto-estima.
É muito cansativa esta merda.

ps: ali na verificação de palavras diz "herba". pois bem, é isso mesmo que vou buscar agora, já que parece ser das poucas coisas que faz com que ignore estes problemas. bem dita seja. àmen.

Metacrítico disse...

André, tenho um pouco o mesmo problema...

boa "herba" então! ;)