sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Presidenciais 2011

Defensor Moura
Fernando Nobre
José Manuel Coelho
Francisco Lopes
Manuel Alegre
Cavaco Silva



Um destes homens será o próximo Presidente da República Portuguesa.

E mesmo com a mais que provável vitória do Bolo-R... (é mais forte que eu)... de Cavaco Silva nestas próximas eleições, dado o (mau?) hábito Português de deixar os presidentes prolongarem a sua pré-reforma pelos cinco anos extra a que têm direito, têm sido umas eleições no mínimo muito sui generis , não só por termos uma candidatura de um "não-político" supostamente não apoiada pelo sistema, mas principalmente por termos também uma candidatura do Tiririca Madeirense, de quem já se ouviram frases marcantes e profundas como "Os políticos são como as fraldas, se não se mudam começam a cheirar mal".

Ora digam-me lá se isto não promete?



Ah! E apesar disto, no próximo domingo aproveitem e vão votar. Que mais que um direito dado como garantido, votar nos dias que correm é, no meu entender, acima de tudo um dever.


(Referência à "piada" do bolo-rei aqui!)

4 comentários:

T disse...

Mas há alguém que não conheça a referência ao bolo rei?

Devo dizer que nunca me senti tão indiferente a umas eleições desde que tenho o direito de voto. Acho que vamos voltar ao senhor branco.

Metacrítico disse...

T, nunca se sabe!

Na verdade é mesmo porque adoro a cena do sr. a abocanhar o bolo e a mastigá-lo de boca aberta só para não responder aos jornalistas. =P

Por acaso, este ano também não estou muito entusiasmado com isto. Só mesmo o caricato candidato do PND para me fazer rir um bocado. De resto nem sei ainda em quem votar sequer.

aguarela disse...

Quanto a isto só tenho uma coisa a dizer: que venha o diabo e escolha.

Metacrítico disse...

aguarela, de facto! :)