quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Está tudo doido!

Então não é que o Vaticano se foi lembrar agora que Homer Simpson e a sua família são verdadeiros católicos e que devem por isso ser abençoados (ver notícias aqui e aqui)?
Depois de me rir durante uma boa meia hora ao ler esta notícia no mínimo caricata, começo agora a dar razão a estes senhores do Vaticano. É que se repararmos bem, os Simpsons são de facto o espelho inequívoco daquilo que é uma família católica comum. Não acham? Analisemos então a situação:

- Temos um pai bêbado e algo ignorante, que come de forma alarve e que agride o filho com regularidade;

- Temos um filho do mais trafulha que existe e que faz a vida negra a tudo e todos;

- Temos uma filha adepta acérrima da Ciência e que não acredita em Deus;

- Temos uma mãe que atura e toma conta desta gente toda como uma mártir;

- Mas no meio disto tudo, rezam antes das refeições e acreditam na vida após a morte. Ou seja, são aquilo a que se gosta de chamar pessoas tementes a Deus.


De facto, é um belo decalque daquilo que é uma família católica modelo actualmente.





P.S.: A aguardar pelos comentários inflamados e ofensivos das pessoas religiosas extremistas que não vão perceber a ironia deste post.

2 comentários:

T disse...

Se não me engano os Simpsons são, supostamente, uma familia luterana. Não lhe vejo grandes diferenças.

Metacrítico disse...

T, sim eles frequentam uma igreja luterana ou protestante na série. Mas mesmo por aí estes senhores pegam para provar que eles são católicos, concretamente por o Homer passar essas missas não católicas a dormir...