domingo, 26 de maio de 2013

In the ghetto


Muito esporadicamente lá sou relembrado à força que vivo no meu bairro e do porquê da fama do dito cujo.

2 comentários:

Elsa TR disse...

Então?

Erre disse...

Nada de mais. Apenas um senhor, possivelmente alcoolizado (pelo menos espero que o estivesse), aos gritos pelo meio da rua durante a noite e a tentar partir tudo por onde passava, mas com particular incidência para um café aqui perto que até estava fechado, enquanto dizia que matava alguém.

=)