terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

Sempre essa maldita frase batida



Recorro ao cliché pois daqui por umas horas estarei a defender a minha dissertação de mestrado. E depois disso, deixo para trás uma vida inteira como estudante tendo agora pela frente apenas a certeza de que tudo será incerto.
Mentiria se não dissesse que é uma sensação estranha esta mudança de papéis em que tão tardiamente passo de facto à idade adulta, ainda que nos tempos que correm as garantias disso são demasiado escassas. Mas agora sim, é mais do que tempo para soltar amarras e tentar começar a tal vida constantemente adiada.

Enfim, na pior das hipóteses, “desemprego aí vou eu agora também”.

2 comentários:

Ana disse...

Espero que tenha corrido bem!

Metacrítico disse...

Obrigado Ana!

E sim, acabou por correr muito bem. ;)